sicnot

Perfil

Mundo

Daesh reivindica atentados em Bagdade

O Daesh reivindicou a autoria do duplo atentado realizado este sábado em Bagdade por dois suicidas e que causou 27 mortos e 53 feridos.

Num comunicado divulgado na Internet e cuja autenticidade não pode ser confirmada, o grupo identifica os dois suicidas como Abu Nayaf al-Iraqui e Abu Abdelmalek al-Iraqui.

O Daesh indica que os dois atacantes levavam cintos explosivos, que detonaram quando se encontravam num mercado no bairro de Al-Sinek, em pleno centro de Bagdade.

Na nota, o grupo sunita ameaça continuar os ataques contra os muçulmanos xiitas, que denomina de "renegados".

O último atentado de grande dimensão em Bagdade ocorreu em meados de outubro, quando um bombista suicida se fez explodir numa cerimónia de condolências num bairro xiita, matando pelo menos 34 pessoas.

Os jihadistas do Daesh realizaram numerosos atentados no Iraque, incluindo na capital, desde o início da grande ofensiva das forças governamentais para expulsar os extremistas de Mossul, o seu principal bastião no país.

Com Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15