sicnot

Perfil

Mundo

Nova casa de Ivanka Trump pertencia a inimigo de Putin

Ivanka Trump e o marido vão mudar-se para uma casa, em Washington. A mansão de seis quartos situada no bairro de Kalorama pertenceu a um empresário da Letónia, com inúmeros negócios na Rússia e alegado inimigo de Vladimir Putin.

SHAWN THEW

Para além deste passado histórico, a casa está na mesma zona para onde o casal Obama vai viver, depois do fim do mandato presidencial. A moradia renovada foi comprada por 5.5 milhões de dólares (cerca de 5.2 milhões de euros) em dezembro.

A casa pertencia antigamente a Dan K. Rapoport, um milionário conhecido por fazer investimentos na Rússia e por ter ligações ao líder da oposição a Vladimir Putin.

A mudança para Washington é um sinal de que Ivanka e Jared Kushner terão um papel importante na administração de Trump. Isto depois de terem participado ativamente na equipa que geriu a campanha do Presidente eleito.

Evan Agostini

De acordo com o New York Times, muitos embaixadores e figuras conhecidas da capital norte-americana vivem no exclusivo bairro de Kalorama, e muitos destes comentaram a mudança do casal e dos seus três filhos.

Apesar da insistência do jornal norte-americano, ninguém confirmou oficialmente a mudança de Ivanka para a casa, que fica a três quilómetros da Casa Branca.

SHAWN THEW

Os trabalhos de renovação da casa estão a ser acompanhados por de perto por jornais e televisões, acampados em frente ao número 2449 da avenida Tracy.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.