sicnot

Perfil

Mundo

Governo brasileiro revê número de mortos em prisão de Roraima para 31

© Ueslei Marcelino / Reuters

O Governo brasileiro informou que o número de mortos num motim que aconteceu na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), no estado de Roraima, foi revisto e baixou de 33 para 31 vítimas.

No início da manhã, a Secretaria de Segurança Pública de Roraima divulgou uma nota informando que 33 presos tinham sido encontrados mortos, mas no final da tarde baixou para 31 o número de vítimas. Deste total, 20 corpos já foram reconhecidos.

Em menos de uma semana 93 mortes foram registadas dentro dos estabelecimentos prisionais da região norte e nordeste do Brasil.

Destes, 60 presos foram assassinados em duas cadeias do Amazonas, 31 em Roraima e outros 2 no Estado nordestino da Paraíba.

Os motins e chacinas evidenciam a crise do sistema penitenciário da nação sul-americana, cujas prisões estão sobrelotadas com milhares de pessoas a viverem em condições sub-humanas.

No motim mais violento, que aconteceu no Complexo Penitenciário Anísio Jobin (Impaj) na última segunda-feira, em Manaus, capital do Amazonas, 56 presos foram mortos de uma só vez, sendo que pelo menos 30 deles decapitados por outros prisioneiros.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.