sicnot

Perfil

Mundo

Discurso de despedida de Obama acontece hoje em Chicago

Mindaugas Kulbis

O ainda Presidente norte-americano, Barack Obama, vai fazer esta terça-feira o seu discurso de despedida em Chicago, a sua cidade de sempre onde celebrou há oito anos, com uma multidão em delírio, a eleição para a Casa Branca.

Será uma das últimas oportunidades de Obama para defender publicamente o seu legado político, antes da cerimónia de tomada de posse do Presidente eleito, Donald Trump, agendada para 20 de janeiro em Washington.

"Na terça-feira dia 10 de janeiro, vou a casa a Chicago para despedir-me e expressar a minha gratidão", referiu Obama quando anunciou, a 2 de janeiro, a realização do discurso.

Na mesma altura, o ainda chefe de Estado norte-americano recordou que a tradição do discurso de despedida remonta ao primeiro Presidente dos Estados Unidos, George Washington.

Também adiantou que o momento irá servir para rever os últimos oito anos de governação, mas também para olhar para o futuro.

Segundo Obama, o primeiro Presidente afro-americano na história dos Estados Unidos, o discurso será "uma oportunidade para agradecer" ao povo americano por uma "extraordinária aventura".

"Para celebrar a forma como mudaram este país para melhor ao longo dos últimos oito anos e partilhar alguns pensamentos sobre o nosso futuro", reforçou na mesma altura.

Obama (democrata), de 55 anos, irá passar o testemunho presidencial a 20 de janeiro ao magnata do imobiliário e vencedor das eleições do passado dia 08 de novembro Donald Trump (republicano), de 70 anos.

Dias antes do anúncio do discurso de despedida, Obama expressou a sua gratidão para com o povo americano numa mensagem na rede social Twitter: "Foi o privilégio da minha vida ser vosso Presidente. Estarei convosco como cidadão".

O discurso de despedida de Obama será feito no centro de conferências McCormick Place, o mesmo local onde falou após a sua reeleição em 2012.

Obama foi senador pelo Estado do Illinois (Chicago é a maior cidade daquele estado) entre janeiro de 2005 e novembro de 2008.

Lusa

  • Sismo no México provoca 49 mortos

    Mundo

    O governador de Morelos, Graco Ramírez, informou que se registaram pelo menos 42 mortos neste estado mexicano. No Estado do México foram registadas cinco mortes, mais as duas vítimas avançadas inicialmente.

  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Furacão Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC