sicnot

Perfil

Mundo

Ativistas denunciam violações da trégua em Alepo

© Omar Sanadiki / Reuters

Bombardeamentos e disparos de artilharia atingiram nas últimas horas zonas controladas pelos rebeldes na província síria de Alepo, enquanto vários 'rockets' atingiram um bairro controlado pelas autoridades na capital com o mesmo nome, informaram hoje ativistas.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos destacou que aviões de guerra não identificados atacaram na passada madrugada áreas e localidades no oeste, sul e norte da província, como Al Malah, Al Mansura, Al Atareb, Jan al Asal e Al Rashidín, entre outras.

Os bombardeamentos foram acompanhados de disparos de artilharia das forças governamentais, que também tiveram como alvo a população de Andan, no norte da província.

As áreas atacadas são controladas por grupos rebeldes e islâmicos e não se registaram vítimas.

Ao mesmo tempo, várias pessoas ficaram feridas com o lançamento de sete 'rockets' contra o bairro de Nova Alepo, na capital provincial, que é controlada pelo exército.

Na mesma região, aviões das forças armadas sírias realizaram cerca de 20 bombardeamentos no sul da cidade de Al Bab e nos arredores da localidade de Deir Hafer, ambos controlados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Desde o passado dia 30 de dezembro está vigente na Síria uma trégua acordada pela Rússia, aliada do Governo de Damasco, e pela Turquia, que apoia a oposição, da qual estão excluídos o Estado Islâmico e a Frente de Conquista do Levante (ex-filial da Al Qaida).

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22