sicnot

Perfil

Mundo

Ativistas denunciam violações da trégua em Alepo

© Omar Sanadiki / Reuters

Bombardeamentos e disparos de artilharia atingiram nas últimas horas zonas controladas pelos rebeldes na província síria de Alepo, enquanto vários 'rockets' atingiram um bairro controlado pelas autoridades na capital com o mesmo nome, informaram hoje ativistas.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos destacou que aviões de guerra não identificados atacaram na passada madrugada áreas e localidades no oeste, sul e norte da província, como Al Malah, Al Mansura, Al Atareb, Jan al Asal e Al Rashidín, entre outras.

Os bombardeamentos foram acompanhados de disparos de artilharia das forças governamentais, que também tiveram como alvo a população de Andan, no norte da província.

As áreas atacadas são controladas por grupos rebeldes e islâmicos e não se registaram vítimas.

Ao mesmo tempo, várias pessoas ficaram feridas com o lançamento de sete 'rockets' contra o bairro de Nova Alepo, na capital provincial, que é controlada pelo exército.

Na mesma região, aviões das forças armadas sírias realizaram cerca de 20 bombardeamentos no sul da cidade de Al Bab e nos arredores da localidade de Deir Hafer, ambos controlados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Desde o passado dia 30 de dezembro está vigente na Síria uma trégua acordada pela Rússia, aliada do Governo de Damasco, e pela Turquia, que apoia a oposição, da qual estão excluídos o Estado Islâmico e a Frente de Conquista do Levante (ex-filial da Al Qaida).

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.