sicnot

Perfil

Mundo

Dois luso-descendentes na lista dos mais poderosos de Washington

Os luso-descendentes Devin Nunes, líder do Comité dos Serviços de Informação da Câmara dos Representantes, e David Simas, diretor-executivo da Fundação Obama, estão na lista dos 30 mais poderosos de Washington, capital política dos EUA.

Devin Nunes

Devin Nunes

© / Reuters

A lista anual, chamada de "Playbook Power List" e organizada pelo portal da Internet Politico, foi divulgada esta quinta-feira e coloca Devin Nunes no 20.º lugar e David Simas em 27.º.

"Nunes já mostrou a sua força a Trump, vendendo de forma bem sucedida o congressista Mike Pompeo (Republicano do Kansas) para o cargo de diretor da CIA. O presidente do Comité dos Serviços de Informação vai ser um aliado importante em assuntos de política internacional", diz o Politico sobre o republicano.

Nunes, de 43 anos, que é eleito por um distrito da Califórnia desde 2003, quando se tornou um dos mais jovens congressistas de sempre, recusou um cargo na administração Trump para continuar na Câmara dos Representantes.

"Como o congressista de mais alto ranking nos serviços de informação, Nunes vai supervisionar todas as agências e os seus orçamentos. E tem uma linha direta para Trump", explica o Politico, acrescentando que o neto de açorianos "tem alinhado com Trump em relação ao hacking russo, dizendo publicamente que não havia evidência de que o Kremlin tinha tentado influenciar a eleição de 2016".

"Agora, Trump pediu-lhe que investigasse quem é que passou os relatórios dos serviços de informação para o NBC", conclui.

Em relação a David Simas, o Politico nota que "um dos elementos mais duradouros de uma administração é o seu centro presidencial" e que o filho de portugueses, que até ao final do ano era diretor do gabinete político da Casa Branca, "vai trabalhar para construir e manter o legado de Obama depois de 20 de janeiro".

No final de dezembro, foi anunciado que Simas seria o diretor-executivo da Fundação Obama, que terá a sede em Chicago, terra natal de Barack Obama e onde lançou a sua carreira política.

"É uma missão dura: Simas vai ter de angariar muito dinheiro, fazer muito planeamento e, de uma forma geral, manter a pós-presidência de Obama nos eixos. Politicamente, vai ser o porteiro que dá acesso ao Presidente, que prometeu continuar em campo após os seus dias na Casa Branca", analisam os jornalistas do portal.

David Simas e Barack Obama

David Simas e Barack Obama

© / Reuters

A lista é liderada por Jonathan Burks, Brendan Buck, Kevin Seifert e Joyce Meyer, respetivamente chefe de gabinete, conselheiro principal, diretor político e chefe de gabinete adjunto de Paul Ryan, o presidente republicano da Câmara dos Representantes.

Ryan criticou Trump durante a campanha, mas tem sido um aliado desde a vitória de 08 de novembro. Ainda assim, o novo Presidente precisará da sua colaboração e apoio para aprovar a agenda de reformas que tem planeada para o país.

A lista inclui ainda personalidades como Jared Kushner, em 29.º lugar, genro de Donald Trump e seu conselheiro, e Kellyane Conway, em 10.º, conselheira do próximo Presidente dos EUA.

O último lugar fica para o programa "Morning Joe", apresentado por Joe Scarborough e Mika Brzezinski.

O programa das manhãs da MSNBC é visto assiduamente por Trump e é o único representante de um meio de comunicação social na lista.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.