sicnot

Perfil

Mundo

Futuro chefe da diplomacia dos EUA admite revisão da relação com Cuba

© Jonathan Ernst / Reuters

Rex Tillerson, futuro chefe da diplomacia norte-americana, afirmou esta quarta-feira que Donald Trump fará uma "revisão de cima/abaixo da relação com Cuba, incluindo da decisão de retirar aquele país da lista de Estados que apoiam o terrorismo.

"O Presidente eleito foi claro sobre fazer uma revisão de cima abaixo sobre as relações com Cuba", disse Rex Tillerson, durante a sua audiência de confirmação no Senado.

Aquele esforço incluirá uma "revisão integral das ordens executivas" adotadas pelo atual Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o Departamento de Estado "examinará cuidadosamente os critérios pelos quais Cuba foi eliminada" da lista de países patrocinadores do terrorismo e "se essa decisão foi apropriada".

Barack Obama ordenou em abril de 2015 a retirada de Cuba da lista de países patrocinadores do terrorismo onde permanecia desde 1982.

A saída daquela lista era uma reclamação do Governo cubano e Havana considerava-a como imprescindível para avançar com o processo de normalização das relações bilaterais, que ambos os países iniciaram em finais de 2014.

Lusa

  • Trump ameaça terminar acordo EUA/Cuba

    Mundo

    O Presidente eleito norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta segunda-feira terminar o acordo entre os Estados Unidos e Cuba caso o Governo cubano não faça avanços nos direitos humanos e na abertura da economia.

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01