sicnot

Perfil

Mundo

Guterres nomeia brasileira como vice-chefe da missão da ONU na Colômbia

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, anunciou esta quinta-feira a nomeação da brasileira Tania Patriota como sua vice representante especial para a Colômbia e vice-chefe da Missão das Nações Unidas naquele país.

O anúncio foi divulgado num comunicado oficial, no qual a ONU explicou que a brasileira foi escolhida porque tem mais de 20 anos de experiência na organização e já realizou inúmeros trabalhos para promover o desenvolvimento e apoiar respostas a crises.

"Durante os seus quatro anos como representante residente na Colômbia, ela [Tania Patriota] forneceu liderança estratégica geral para a promoção das atividades do [Fundo de População das Nações Unidas] UNFPA no país, incluindo a coordenação da resposta humanitária da agência em desastres naturais e em áreas afetadas por conflitos", lê-se no comunicado da ONU.

Atualmente dezenas de observadores da ONU supervisionam a desmobilização das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o cumprimento do acordo de paz firmado entre o Governo da Colômbia e os guerrilheiros.

Lusa

  • Que equipa vai ter António Guterres?
    11:01

    Opinião

    O Conselho de Segurança da ONU aprovou a aclamação de António Guterres. Daniel Pinéu e Henrique Cymerman estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre os desafios que o antigo primeiro ministro tem pela frente. Para Daniel Pinéu, "formar uma equipa será complicado", uma vez que terão de ser escolhas fortes. O professor de Relações Internacionais diz que o número dois de Guterres virá provavelmente da Europa de leste. Já Henrique Cymerman diz que António Guterres vai ter de lutar contra a descrença do Médio Oriente na ONU e vai ser obrigado a tomar "decisões difíceis".

  • Trump e Guterres mantiveram "discussão muito positiva"

    Mundo

    O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou esta quarta-feira por telefone com António Guterres, novo secretário-geral da ONU, numa "discussão muito positiva" sobre as relações do país com a organização, referiram fontes oficiais.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.