sicnot

Perfil

Mundo

Forte tempestade no norte de França corta eletricidade a 190 mil habitações

© Pascal Rossignol / Reuters

Uma forte tempestade afetou na noite de esta quinta-feira a metade norte de França, privando de eletricidade cerca de 190 mil habitações, devido a ventos muito violentos.

"A situação ainda vai evoluir durante a noite" à medida que a tempestade se desloca para leste do território, preveniu fonte da empresa que gere a rede de distribuição elétrica, Enedis.

Mais de um milhar de técnicos está no terreno para restabelecer a situação, mas "a progressão das reparações é dificultada pelas condições meteorológicas ainda instáveis", acrescentou. Foram ainda anunciados reforços para a manhã de sexta-feira.

A circulação de comboios foi interrompida em várias linhas no norte e noroeste, a partir das 19:00, indicou à agência AFP uma porta-voz da empresa de caminhos-de-ferro. "Não queremos correr o risco de ter um comboio avariado em plena tempestade", especificou.

A meteorologia francesa colocou cinco departamentos em alerta vermelho devido ao vento violento e a metade norte de França foi colocada em vigilância laranja por causa do vento e da neve.

O vento atingiu 146 quilómetros horários em Dieppe e 102 quilómetros horários no aeroporto parisiense de Orly.

Em várias regiões do norte da França, as aulas foram suspensas nas escolas, tal como os transportes escolares.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Fim de semana de muito frio e vento forte
    2:08

    País

    Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, vem aí mais frio e as temperaturas mínimas negativas vão regressar a alguns pontos do país. Prevê-se também vento intenso para as próximas 48 horas.

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC