sicnot

Perfil

Mundo

Forte tempestade no norte de França corta eletricidade a 190 mil habitações

© Pascal Rossignol / Reuters

Uma forte tempestade afetou na noite de esta quinta-feira a metade norte de França, privando de eletricidade cerca de 190 mil habitações, devido a ventos muito violentos.

"A situação ainda vai evoluir durante a noite" à medida que a tempestade se desloca para leste do território, preveniu fonte da empresa que gere a rede de distribuição elétrica, Enedis.

Mais de um milhar de técnicos está no terreno para restabelecer a situação, mas "a progressão das reparações é dificultada pelas condições meteorológicas ainda instáveis", acrescentou. Foram ainda anunciados reforços para a manhã de sexta-feira.

A circulação de comboios foi interrompida em várias linhas no norte e noroeste, a partir das 19:00, indicou à agência AFP uma porta-voz da empresa de caminhos-de-ferro. "Não queremos correr o risco de ter um comboio avariado em plena tempestade", especificou.

A meteorologia francesa colocou cinco departamentos em alerta vermelho devido ao vento violento e a metade norte de França foi colocada em vigilância laranja por causa do vento e da neve.

O vento atingiu 146 quilómetros horários em Dieppe e 102 quilómetros horários no aeroporto parisiense de Orly.

Em várias regiões do norte da França, as aulas foram suspensas nas escolas, tal como os transportes escolares.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35

    País

    A data para as próximas eleições autárquicas já gerou consenso. 1 de outubro é a data pedida pelos vários partidos ouvidos esta segunda-feira por António Costa. Na próxima quinta-feira, no Conselho de Ministros, o dia de ir às urnas vai ser escolhido.