sicnot

Perfil

Mundo

Kerry diz que declarações de Trump sobre Merkel são pouco apropriadas

© POOL New / Reuters

O secretário de Estado cessante dos Estados Unidos, John Kerry, classificou esta segunda-feira como "pouco apropriadas" as declarações do Presidente eleito, Donald Trump, sobre a chanceler alemã, Angela Merkel, descrevendo a chefe de governo germânica como "corajosa".

Numa paragem em Londres - nos últimos dias da sua última ronda diplomática ainda em funções - e a apenas a quatro dias da tomada de posse de Donald Trump, John Kerry disse à cadeia CNN que o Presidente eleito errou ao criticar Merkel na questão dos refugiados. Em resposta a uma entrevista de Trump ao jornal britânico The Times e ao alemão Bild, Kerry defendeu o papel da União Europeia, defendeu Merkel e a sua política quanto ao acolhimento de refugiados. "Muito francamente, penso que foi pouco apropriado para um presidente eleito dos Estados Unidos estar a meter-se na política de outros países de forma tão direta", disse Kerry à CNN. O chefe da diplomacia norte-americana acrescentou que "a partir de sexta-feira será o responsável pela relação" com a Alemanha, pelo que terá de "falar por ela". "Mas penso que temos de ser muito cautelosos acerca de sugerir que um dos mais fortes líderes da Europa - e um dos mais importantes quanto ao caminho que seguimos - fez um erro ou outro", realçou.

Na sua entrevista, divulgada hoje pelos dois jornais, Trump classificou a NATO como uma organização "obsoleta", aplaudiu a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia e considerou "catastrófica" a política de Angela Merkel sobre o acolhimento de refugiados."Eu acho que ela foi extremamente corajosa e penso que essa caracterização não corresponde nada ao que aconteceu", disse.

Kerry alertou que os inimigos da Europa, incluindo a Rússia, estão a tentar dividir o Ocidente e recordou que a administração do Presidente Obama se opôs fortemente ao 'Brexit'. O secretário de Estado norte-americano participa na terça-feira no Fórum Económico de Davos, na Suíça.

Lusa

  • John Kerry acredita que Trump mudará de posição relativamente ao clima
    0:35

    Mundo

    O secretário de Estado norte-americano acredita que as posições de Donald Trump em matéria de clima e ambiente vão mudar quando chegar à Casa Branca. Durante a campanha, Trump considerou o aquecimento global um "embuste". Na conferência do clima, em Marrocos, John Kerry afirmou que mesmo que o próximo Presidente quisesse mudanças, o mercado não ia deixar.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31