sicnot

Perfil

Mundo

Kerry diz que declarações de Trump sobre Merkel são pouco apropriadas

© POOL New / Reuters

O secretário de Estado cessante dos Estados Unidos, John Kerry, classificou esta segunda-feira como "pouco apropriadas" as declarações do Presidente eleito, Donald Trump, sobre a chanceler alemã, Angela Merkel, descrevendo a chefe de governo germânica como "corajosa".

Numa paragem em Londres - nos últimos dias da sua última ronda diplomática ainda em funções - e a apenas a quatro dias da tomada de posse de Donald Trump, John Kerry disse à cadeia CNN que o Presidente eleito errou ao criticar Merkel na questão dos refugiados. Em resposta a uma entrevista de Trump ao jornal britânico The Times e ao alemão Bild, Kerry defendeu o papel da União Europeia, defendeu Merkel e a sua política quanto ao acolhimento de refugiados. "Muito francamente, penso que foi pouco apropriado para um presidente eleito dos Estados Unidos estar a meter-se na política de outros países de forma tão direta", disse Kerry à CNN. O chefe da diplomacia norte-americana acrescentou que "a partir de sexta-feira será o responsável pela relação" com a Alemanha, pelo que terá de "falar por ela". "Mas penso que temos de ser muito cautelosos acerca de sugerir que um dos mais fortes líderes da Europa - e um dos mais importantes quanto ao caminho que seguimos - fez um erro ou outro", realçou.

Na sua entrevista, divulgada hoje pelos dois jornais, Trump classificou a NATO como uma organização "obsoleta", aplaudiu a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia e considerou "catastrófica" a política de Angela Merkel sobre o acolhimento de refugiados."Eu acho que ela foi extremamente corajosa e penso que essa caracterização não corresponde nada ao que aconteceu", disse.

Kerry alertou que os inimigos da Europa, incluindo a Rússia, estão a tentar dividir o Ocidente e recordou que a administração do Presidente Obama se opôs fortemente ao 'Brexit'. O secretário de Estado norte-americano participa na terça-feira no Fórum Económico de Davos, na Suíça.

Lusa

  • John Kerry acredita que Trump mudará de posição relativamente ao clima
    0:35

    Mundo

    O secretário de Estado norte-americano acredita que as posições de Donald Trump em matéria de clima e ambiente vão mudar quando chegar à Casa Branca. Durante a campanha, Trump considerou o aquecimento global um "embuste". Na conferência do clima, em Marrocos, John Kerry afirmou que mesmo que o próximo Presidente quisesse mudanças, o mercado não ia deixar.

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Marcelo defende debate alargado sobre saúde
    0:57

    País

    O Presidente da República defende que um debate profundo sobre o futuro da saúde deve envolver todos os intervenientes políticos. Para Marcelo Rebelo de Sousa quanto mais partidos estiverem envolvidos na discussão, melhor.

  • Governo apresenta medidas que privilegiam arrendamento e reabilitação
    1:16

    País

    O Governo apresentou esta tarde um novo pacote de medidas para a habitação. Trata-se de uma visão que privilegia o arrendamento e a reabilitação como formas de garantir o acesso a todas as famílias a uma habitação adequada. O primeiro-ministro diz que é preciso segurança nos contratos de arrendamento e avança por isso como uma proposta de benefícios.

  • Salah Abdeslam e cúmplice condenados a 20 anos por tentativa de assassínio de cariz terrorista
    1:11

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo, que remete para o momento em que foi detido em Bruxelas, em março de 2016. Salah Abdeslam e um cúmplice foram considerados culpados de tentativa de assassínio de cariz terrorista pela participação numa troca de tiros com a polícia belga da qual resultaram três agentes feridos. 

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC