sicnot

Perfil

Mundo

McDonalds ao lado do Vaticano ofereceu comida aos sem abrigo

© Tony Gentile / Reuters

Depois da controversa abertura de um restaurante McDonalds mesmo ao lado da Praça de S. Pedro, no mês passado, a cadeia norte-americana quis hoje seguir um dos princípios do Papa, o de alimentar os pobres.

Dezenas de refeições foram doadas esta segunda-feira, iniciativa que a McDonalds vai repetir nos próximos seis meses.

O projeto nasceu em parceria com a organização de caridade Medicina Solidale, que pediu à cadeia norte-americana para limitar a controvérsia fazendo o bem pela comunidade.

Alguns cardeais mostraram desagrado quando o Vaticano alugou o espaço na rua adjacente Borgo Pio, dizendo que seria muito melhor aproveitado se fosse utilizado para ajudar os sem-abrigo e os mais necessitados.

Foram servidas 50 refeições esta segunda-feira e, de acordo com um porta-voz da organização de caridade, esperam poder servir 100 refeições a cada semana durante os próximos seis meses, com a esperança de tornar o projeto permanente.

© Tony Gentile / Reuters

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.