sicnot

Perfil

Mundo

Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

IAA

Anne Frank foi uma adolescente de origem judia morta pelos nazis, durante o Holocausto, o genocídio de judeus na 2.ª Guerra Mundial. A rapariga ficou conhecida após a publicação do seu diário, onde revelou os horrores que passou durante aquele período.

Michael Conroy

Assim como Anne, Karoline nasceu em Frankfurt, em 1929. A equipa do Yad Vashem conseguiu descobrir a sua identidade através da data de nascimento inscrita na medalha. Os historiadores afirmam que até ao momento só encontraram duas medalhas deste género.

A pequena medalha triangular tem gravado num dos lados a expressão "Mazal Tov" (boa sorte ou parabéns) escrita em hebraico, a data de nascimento de Karoline e o nome da sua terra natal, Frankfurt.

IAA

No outro lado, está gravada a letra hebraica "Hay", frequentemente usada para representar o nome de Deus, e três Estrelas de David, símbolo associado ao judaísmo. O grupo de investigadores está a agora a tentar descobrir, através de familiares vivos, se as adolescentes se teriam conhecido.

O Yad Vashem e a Autoridade de Antiguidades de Israel estão a trabalhar em conjunto nas escavações ao campo nazi de Sobibor. A medalha foi encontrada no sítio que se acredita ter sido o local onde as vítimas se despiam e onde cortavam o seu cabelo, para depois serem enviadas para as câmaras de gás.

IAA

Até ao momento, foram encontrados um cordão com a Estrela de David e um relógio feminino, que provavelmente caíram através das tábuas, permanecendo enterrados desde então.

Karoline nasceu em Frankfurt, a 3 de julho de 1929. A rapariga foi deportada da cidade a 11 de novembro de 1941 para o gueto de Minsk. O gueto foi encerrado em setembro de 1943 e Karoline terá feito parte dos dois mil moradores enviados para Sobibor, onde a medalha ficou enterrada nos últimos 70 anos.

Os registos mostram que Anne Frank possuía uma medalha praticamente igual, a única diferença seria a data de nascimento.

"A medalha demonstra mais uma vez a importância da pesquisa arqueológica em antigos campos nazi de extermínio", disse o arqueólogo responsável pelas escavações, Yoram Haimi, à BBC. "A emocionante história de Karoline Cohn é um símbolo do destino dos judeus assassinados nos campos de extermínio. É importante contar essa história, de modo a que nunca nos esqueçamos dela."

Campo de Sobibor, Polónia

Campo de Sobibor, Polónia

-

Mais de 250 mil judeus terão sido mortos em Sobibor, no leste da Polónia. Apesar de alguns locais funcionarem também como campos de trabalho forçado, Sobibor foi construído com apenas um objetio: o extermínio de judeus.

Os militares nazis destruíram o campo em 1943, numa altura em que tentavam esconder os seus crimes. Desde então, câmaras de gás e plataformas de comboios já foram descobertas por arqueólogos.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas. Um estudo que será publicado na quinta-feira pela revista científica Nature faz uma revisão de dados recolhidos por investigações anteriores sobre os principais predadores marinhos e conclui que muitas estimativas sobre o grau de ameaça de muitas espécies, e, consequentemente, decisões sobre níveis sustentáveis de pesca assentam em dados incorretos.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC