sicnot

Perfil

Mundo

Brasil em alerta devido a surto de febre-amarela que já provocou 53 mortos

Eraldo Peres

As autoridades sanitárias do Brasil estão em alerta depois de um surto de febre-amarela que provocou 53 mortos em Minas Gerais e que poderá propagar-se a outras regiões, onde já foram detetados sintomas da doença.

O Ministério da Saúde brasileiro confirmou esta quarta-feira que foram detetados 184 casos suspeitos em 29 municípios de áreas rurais do estado de Minas Gerais, o segundo mais povoado do país, e que enviou 700.000 vacinas e uma equipa de apoio para a zona.

O Governo vai enviar também 500.000 doses de vacina para o Estado vizinho de Espírito Santo, depois de terem aparecido dois casos com sintomas de febre-amarela.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse que as autoridades estão em "alerta", mas que a situação está controlada.

O início do surto em Minas Gerais aconteceu depois da morte de dezenas de macacos contaminados com a doença, um fenómeno que alertou os peritos e que se repetiu também em Espírito Santo e São Paulo.Menos comum que o dengue, a febre-amarela é mais letal e em apenas uma semana pode provocar a morte de 45% das suas vítimas.

Os sintomas da doença são parecidos com os do dengue e incluem febre, dor de cabeça, calafrios e dor muscular generalizada. Com a evolução, a doença pode provocar infeção no fígado e nos rins.

Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho