sicnot

Perfil

Mundo

Israel aprova construção de 2.500 casas na zona ocupada da Cisjordânia

© Amir Cohen / Reuters

Israel aprovou a construção de 2.500 casas na zona ocupada da Cisjordânia, anunciaram esta terça-feira as autoridades israelitas, cumprindo as promessas de expandir a construção de colonatos, agora com o conforto reforçado pela chegada de Donald Trump à Casa Branca.

Os planos, aprovados pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pelo ministro da Defesa Avigdor Lieberman, darão corpo ao maior colonato israelita construído dos últimos anos.

O ministro da Defesa israelita anunciou os planos através de um comunicado, que especifica que a maior parte das casas será construída dentro de blocos reservados a colonatos já existentes na Cisjordânia.

Cerca de 10.000 m2 de nova construção serão localizados no colonato de Beit E1, perto de Ramallah, especificou o ministério dirigido pelo líder da extrema-direita israelita.Foi ainda aprovada a construção numa zona industrial palestiniana junto à cidade de Hebron, na Cisjordânia.Netanyahu utilizou a rede social Twitter para dar nota da aprovação, sublinhando que o Governo "está a construir e vai continuar a construir".

Um porta-voz do líder palestiniano, Mahmud Abbas, reagiu ao anúncio, considerando que os planos representam um novo golpe nas tentativas de um acordo de paz na região e irão promover o extremismo e o terrorismo, noticiou a agência France Presse.

Nabil Abu Rdeneh afirmou que a decisão ignora a oposição internacional aos colonatos, apelando à comunidade internacional para assumir uma "posição real e séria" contra Israel.

Donald Trump fez do apoio a Israel uma das notas mais sonantes da sua campanha e a direita israelita tem procurado tirar partido desse respaldo, com a extrema a apelar ao fim da ideia de um estado palestiniano. Netanyahu tem dito até agora que apoia a solução dos dois estados, mas, de acordo com a comunicação social israelita no último domingo, terá dado instruções ao seu Governo para levantar todas as restrições à construção de colonatos nas zonas palestinianas ocupadas por Israel na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

O chefe do Governo israelita tem planos para expandir a construção de colonatos em vastos blocos na Cisjordânia e considera a hipótese de reclamar a soberania israelita sobre os mesmos, de acordo com os media locais.

Lusa

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.