sicnot

Perfil

Mundo

Ex-secretária do ministro da Propaganda nazi morre aos 106 anos

Matthias Balk

Brunhilde Pomsel morreu em Munique poucas semanas depois do seu 106º aniversário. Foi secretária de Joseph Goebbels, o ministro da Propaganda da Alemanha nazi.

Brunhilde era uma dos últimos sobreviventes da administração de Hitler, e durante grande parte da sua vida conviveu com um dos homens que foi considerado dos piores criminosos de guerra do século XX, Goebbels.

Nascida em 1911, trabalhou como escritora para uma companhia de seguros judaica durante a adolescência. Mais tarde, juntou-se ao Partido nazi para conseguir um trabalho na rádio pública alemã.

Contudo, foi o seu trabalho enquanto datilógrafa que se destacou dentro do partido, acabando por tornar-se secretária de Joseph Goebbels em 1942, durante a guerra.

Goebbels era responsável pela propaganda nazi, e Brunhilde Pomsel considerava-o "um homem bonito... mas um pouco pequeno", sempre bem vestido, mas arrogante.

Só recentemente Brunhilde aceitou falar sobre a sua vida, afirmando que sabia muito pouco sobre as decisões de assassinar milhões de judeus. A alemã diz que, por isso, nunca se sentiu "culpada" pelo que aconteceu no Holocausto.

A alemã morreu a 27 de janeiro de 2017, com 106 anos.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30