sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 11 mil detidos em filas para comprar alimentos na Venezuela em 2016

© Henry Romero / Reuters

Mais de 11 mil pessoas foram detidas em 2016 na Venezuela por alegadas irregularidades em filas para comprar alimentos ou comentaram a situação nas redes sociais, anunciou esta segunda-feira a organização não-governamental Associação Civil Movimento Vinotinto (MVT).

No total foi referenciada a detenção de 11.041 pessoas e confirmados 856 atos de pilhagem de estabelecimentos comerciais, acrescentou a MVT.

Aquela ONG salienta que 2016 foi um ano de "grande conflituosidade social" e que as detenções ocorreram principalmente em filas de supermercados e farmácias.

"Há um padrão de criminalização do consumidor e o principal argumento das forças de segurança para efetuar as detenções tem a ver com o pernoitar (junto dos supermercados e farmácias), e os meses mais conflituosos foram março e julho", explicou Manuel Virgüez, diretor da MVT.

Aquele responsável adiantou que 90% dos detidos foi libertada pela Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) após entre cinco a seis horas de detenção, mas os restantes foram acusados de crimes como boicote, obstrução de venda, intimidação pública e resistência à autoridade.

Lusa

  • Aviação russa matou mais de 11 mil pessoas na Síria

    Mundo

    Pelo menos 11.612 pessoas morreram na Síria em resultado dos bombardeamentos da aviação russa, aliada do Governo de Damasco, iniciados em 30 de setembro de 2015, de acordo com dados publicados hoje pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

  • Mais de 500 casos de sarampo na Europa este ano, avisa OMS

    Mundo

    Mais de 500 casos de sarampo foram reportados só este ano na Europa, afetando pelo menos sete países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em Portugal, a OMS reconheceu oficialmente a eliminação do vírus do sarampo no verão do ano passado.