sicnot

Perfil

Mundo

Cantor britânico ficou 14 anos sem lavar o cabelo

O músico britânico e antigo elemento da boys-band Take That, Gary Barlow, revelou no Twitter que tinha lavado o cabelo pela primeira vez em 14 anos. Uma publicação que gerou polémica e lançou um novo tópico de discussão: haverá ou não benefícios para o cabelo ao não o lavar?

Na conta que tem na rede social Twitter, Gary Barlow falou num "dia muito importante", em que lavou o cabelo "pela primeira vez em 14 anos!".

Gary Barlow durante um concerto em 2014

Gary Barlow durante um concerto em 2014

© POOL New / Reuters

2005, dois anos depois do músico ter deixado de lavar o cabelo.

2005, dois anos depois do músico ter deixado de lavar o cabelo.

© STR New / Reuters

2010

2010

© Phil Noble / Reuters

CONTRA O USO DE SHAMPÔ

A primeira história em defesa desta teoria chega de Inglaterra e foi contada à BBC por Patrick Graham, que deixou de usar shampô há 25 anos, quando ouviu que o cabelo se poderia manter limpo e saudável por si mesmo.

O homem, de 60 anos, explica que "tinha problemas com a caspa" e não se conseguia "livrar dela". "Assim que parei, o meu cabelo ficou pior durante cerca de duas semanas, mas pouco depois comecei a sentir-me limpo e já não tenho caspa há 25 anos. O meu cabelo não cheira mal, está limpo.", conta.

Uma outra história de abandono dos shampôs é contada pela blogger britânica Kayleigh Thomas, que deixou de o usar em março de 2015, depois de ver na rede social Snapchat a história de uma mulher que já não o fazia há dois anos.

"O meu cabelo está agora mais maleável e não sinto que o tenha de alisar ou encaracolar com recurso a placas, o que me poupa bastante tempo de manhã", conta a jovem de 28 anos, de Milton Keynes.

(Instagram)

(Instagram)

Outras figuras públicas também já admitiram ter deixado de usar quaisquer produtos para o cabelo. São os casos do jornalista escocês Andrew Marr e do político Matthew Parris.

© POOL New / Reuters

(Facebook)

(Facebook)

EM DEFESA DO USO DO SHAMPÔ

O outro lado da moeda é dado por Mark Coray, antigo presidente da Federação Britânica de Cabeleireiros e proprietário de um salão em Cardiff, que defende que não há quaisquer benefícios em não lavar o cabelo.

(Facebook)

(Facebook)

"O shampô não é abrasivo nem danifica o couro cabeludo. Os ingredientes ajudam o cabelo a tornar-se mais lustroso. Pode haver mais presença de óleo no cabelo, o que o torna mais brilhante e mais fácil de dominar, mas não se vai manter limpo por si mesmo", explica Coray.

Diferentes teorias para diferentes práticas, numa discussão que promete continuar a gerar controvérsia entre os defensores de ambos os lados.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • "Nós aceitamos sempre os resultados das eleições"
    1:07

    País

    Durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa, o líder dos sociais-democratas garantiu que o partido tem fair-play mas disse que está nas eleições autárquicas para ganhar. Pedro Passos Coelho acrescentou ainda que o PSD aceita sempre os resultados das eleições.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Data e local da canonização serão anunciados a 20 de abril
    2:23

    País

    O Papa aprovou esta quinta-feira o decreto que valida o milagre atribuído a Francisco e Jacinta. A data e local da cerimónia da canonização dos pastorinhos serão anunciados a 20 de abril, na reunião de cardeais no Vaticano. O Bispo de Leiria/Fátima acredita que a cerimónia possa ser a 13 de maio, durante a visita do Papa a Fátima.