sicnot

Perfil

Mundo

Pescadores que naufragaram em Espanha regressam sábado a Caxinas

Os cinco pescadores naturais de Caxinas, Vilas do Conde, que esta sexta-feira foram resgatados com vida após um naufrágio ao largo da região das Astúrias, em Espanha, vão regressar a Portugal no sábado.

A informação foi dada à Lusa por José Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar, que está acompanhar o processo em Vila do Conde, acrescentando que já se reuniram com os familiares dos pescadores.

"Os pescadores estão bem, já falaram com as famílias e tudo indica terão alta sábado de manhã para regressarem a Portugal de imediato. Da parte da tarde já estarão em casa", afirmou José Festas.

O dirigente garantiu que a "associação, em articulação com as autoridades portugueses e espanholas, esteve a acompanhar todo o processo desde a primeira hora" e que "não houve problemas até ao momento".

Os cinco pescadores, que estão distribuídos em unidades de saúde distintas da região das Astúrias, no norte de Espanha, regressarão a Portugal num transporte fornecido pelo armador da embarcação.

Os cinco homens de Caxinas foram resgatados com vida após o naufrágio, hoje à tarde, do atuneiro espanhol Gure Uxuna, onde seguiam também sete tripulantes espanhóis.

O barco naufragou a cerca de 50 milhas a norte da costa de Navía, nas Astúrias, e após o pedido de socorro, as autoridades enviaram para a zona três helicópteros e três embarcações de salvamento, que encontraram os tripulantes em botes salva-vidas.

Por apresentarem alguns sinais de hipotermia, os pescadores foram encaminhados, por precaução, para unidades hospitalares da região.

Lusa

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.