sicnot

Perfil

Mundo

Secretário-geral da NATO pede "calma" aos líderes da Sérvia e do Kosovo

O secretário-geral da NATO pediu hoje aos responsáveis sérvios e kosovares para "se acalmarem", na sequência de um regresso das tensões entre Belgrado e Pristina.

"A minha mensagem para todos é de se acalmarem, não utilizarem uma retórica suscetível de aumentar as tensões", declarou aos jornalistas Jens Stoltenberg durante uma visita a Pristina.

O regresso da tensão a esta região dos Balcãs é considerada a mais grave desde o início, em 2011, de conversações para a normalização das relações entre a Sérvia e o Kosovo, ex-província sérvia com maioria de população albanesa e que declarou a independência unilateral em 2008.

Stoltenberg também apoiou "o diálogo sob a égide da União Europeia e o processo de normalização (...) num espírito construtivo" entre kosovares e sérvios.

O primeiro-ministro da Sérvia, Aleksandar Vucic, acusou hoje a liderança do Kosovo pelo colapso das recentes conversações mediadas pela UE, e quando surgiram informações sobre movimentos de tropas junto da "fronteira" comum.

Os comentários de Vucic foram emitidos após o encontro de quarta-feira em Bruxelas entre os presidentes e primeiros-ministros da Sérvia e do Kosovo, convocado por Federica Mogherini, responsável para a política externa da UE.

Esta última reunião, no âmbito de encontros cruciais para a adesão dos dois países à União, terminou de forma abrupta e sem ter sido agendada data para novo encontro.


Lusa