sicnot

Perfil

Mundo

Comprava um "cheeto" em forma de gorila por 93 mil euros?

Um leilão no eBay resultou na venda de um cheeto com uma forma parecida à do gorila Harambe por quase 100 mil dólares (cerca de 93 mil euros), esta segunda-feira. O vendedor, que publicou o anúncio com um lance inicial de 11 dólares, encontrou o snack dentro de uma embalagem de Flamin' Hot Cheetos.

Harambe ficou conhecido depois de ter sido morto em maio de 2016 por funcionários do Jardim Zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos.

Tudo aconteceu depois de um menino de 4 anos ter caído para dentro do espaço onde o animal estava. Desde então, o gorila tornou-se motivo de várias piadas na internet.

O anúncio, entretanto já retirado do eBay por ter terminado, teve mais de 130 ofertas. Na descrição podia ler-se que o cheeto media aproximadamente quatro centímetros e que o pacote em que vinha não estava à venda. O leilão terminou com uma oferta de 93,016.76 euros.

eBay

Entretanto já surgiram mais anúncios no eBay de outros cheetos que também partilham semelhanças físicas com o gorila que se tornou um ícone.

Se nas eleições dos Estados Unidos houve quem votasse em Harambe para Presidente, não é por isso esquisito que haja quem esteja disposto a pagar quase 95 mil euros para ter um cheeto no formato deste gorila.

Um fenómeno que, provavelmente, ainda vai dar muito que falar.

  • Zoo defende morte de gorila após queda de menino

    Mundo

    O diretor do Jardim Zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos, defende a decisão de matar um gorila, depois de um menino de 4 anos ter caído, no sábado, na fossa que separa o público do espaço onde se encontrava o animal. A morte de “Harambe” está a ser muito criticada, sobretudo por tratar-se de um elemento de uma espécie ameaçada.

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.