sicnot

Perfil

Mundo

Polícias franceses acusados de violar suspeito detido

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem nas ruas de Aulnay-sous-Bois em apoio ao jovem identificado como Theo.

Milos Krivokapic / AP

Um jovem negro testemunhou às autoridades ter sido violado com um bastão por agentes da polícia num subúrbio no noroeste de Paris. Um dos agentes foi acusado de violação e outros três de violência agravada, estando os quatro suspensos de funções.

O jovem de 22 anos, apenas identificado como Theo, disse que, na passada quinta-feira, tinha acabado de sair casa em Aulnay-sous-Bois quando se viu envolvido no meio de uma rusga policial, que visava traficantes de droga. Quando tentou resistir foi agredido com bastões pela polícia.

Uma câmara de vídeovigilância filmou os acontecimentos e mostra, segundo fonte próxima do inquérito à agência France Press, um polícia "a golpear horizontalmente o bastão ao nível do traseiro" de um jovem cujas "calças deslizaram".

Gravemente ferido no recto, o rapaz foi operado ontem e ainda hoje estava hospitalizado. Foi no hospital que falou com o advogado e contou o que se passou.

O ministro do Interior suspendeu os quatro agentes afirmando que os factos têm que ser apurados "sem ambiguidades".

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.