sicnot

Perfil

Mundo

Vida de bebé iraniana esteve em risco devido ao decreto de Trump

Vida de bebé iraniana esteve em risco devido ao decreto de Trump

O decreto anti-imigração de Donald Trump chegou a pôr em risco a vida de uma bebé iraniana, de apenas 4 meses. Fátima tinha viagem marcada para ser operada ao coração, nos Estados Unidos.

  • Decisão de juiz federal poderá salvar a vida deste bebé

    Mundo

    Uma bebé iraniana, de quatro meses, vai agora poder entrar nos EUA e fazer a cirurgia que lhe vai salvar a vida. A menina, com problema cardíacos, estava impedida de entrar nos Estados Unidos devido às medidas anti-imigração de Donald Trump. A família tinha viajado até ao Dubai, mas foi repatriada para o Irão. Agora já vai conseguir viajar para os Estados Unidos.

  • "Esta é a Fatemeh, ela não é uma terrorista"
    0:49

    Mundo

    A congressista democrata Suzanne Bonamici mostrou uma fotografia da pequena Fatemah Reshad e apresentou o caso da bebé iraniana na Casa dos Representantes.A congressista de Oregon, onde residem o tio e os avós maternos da menina, fez duras críticas ao decreto de Trump que impede a entrada de cidadãos de sete países nos EUA.A menina sofre de problemas cardíacos e está dependente de uma cirurgia ao coração, nos EUA, para sobreviver.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.