sicnot

Perfil

Mundo

Canadiano desaparecido em 2012 encontrado na Amazónia

Um canadiano que estava desaparecido desde 2012 foi encontrado a vaguear pela Floresta Amazónica, no Brasil. Tinha como primeiro objetivo chegar a Buenos Aires, mas depois de lhe ter sido barrada a entrada numa biblioteca, mudou de ideias e seguiu para o Brasil, onde viveu uma autêntica aventura pela sobrevivência.

Anton Pilipa, um ativista anti-pobreza que sofre de esquizofrenia, deixou a cidade canadiana de Vancouver com a missão de chegar à Biblioteca Nacional de Buenos Aires, na Argentina.

Ao longo da viagem, atravessou dois continentes e pelo menos nove países. Tudo sem passaporte e com posses limitadas.

No entanto, quando chegou à biblioteca, foi-lhe recusada a entrada, visto que não tinha consigo nenhuma identificação. Foi nessa altura que decidiu alterar o rumo e o propósito da viagem e seguiu para as profundezas do Brasil.

Caminhou cerca de 800 quilómetros pela Floresta Amazónica, onde sobreviveu a cobras, jaguares, aranhas e outras espécies altamente perigosas. Alimentava-se do que encontrava em contentores do lixo.

A aventura, que se tornou num suplício pela sobrevivência, terminou quando um polícia o encontrou e conseguiu entrar em contacto com a família.

Anton e o irmão. (Facebook)

Anton e o irmão. (Facebook)

Facebook

"Fiquei abismado. Mentalizei-me de que ele estava morto, porque essa era a única explicação possível para uma ausência tão longa. Mas no fundo do meu coração, acreditava que poderia estar vivo.", explicou o irmão de Anton, em declarações ao Daily Mail.

Anton Pilipa já regressou ao Canadá, onde foi detido e enfrenta agora várias acusações judiciais.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.