sicnot

Perfil

Mundo

Canadiano desaparecido em 2012 encontrado na Amazónia

Um canadiano que estava desaparecido desde 2012 foi encontrado a vaguear pela Floresta Amazónica, no Brasil. Tinha como primeiro objetivo chegar a Buenos Aires, mas depois de lhe ter sido barrada a entrada numa biblioteca, mudou de ideias e seguiu para o Brasil, onde viveu uma autêntica aventura pela sobrevivência.

Anton Pilipa, um ativista anti-pobreza que sofre de esquizofrenia, deixou a cidade canadiana de Vancouver com a missão de chegar à Biblioteca Nacional de Buenos Aires, na Argentina.

Ao longo da viagem, atravessou dois continentes e pelo menos nove países. Tudo sem passaporte e com posses limitadas.

No entanto, quando chegou à biblioteca, foi-lhe recusada a entrada, visto que não tinha consigo nenhuma identificação. Foi nessa altura que decidiu alterar o rumo e o propósito da viagem e seguiu para as profundezas do Brasil.

Caminhou cerca de 800 quilómetros pela Floresta Amazónica, onde sobreviveu a cobras, jaguares, aranhas e outras espécies altamente perigosas. Alimentava-se do que encontrava em contentores do lixo.

A aventura, que se tornou num suplício pela sobrevivência, terminou quando um polícia o encontrou e conseguiu entrar em contacto com a família.

Anton e o irmão. (Facebook)

Anton e o irmão. (Facebook)

Facebook

"Fiquei abismado. Mentalizei-me de que ele estava morto, porque essa era a única explicação possível para uma ausência tão longa. Mas no fundo do meu coração, acreditava que poderia estar vivo.", explicou o irmão de Anton, em declarações ao Daily Mail.

Anton Pilipa já regressou ao Canadá, onde foi detido e enfrenta agora várias acusações judiciais.

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.