sicnot

Perfil

Mundo

Ativista francês multado por acolher e ajudar migrantes ilegais

© Eric Gaillard / Reuters

Um ativista e agricultor francês foi condenado por ter ajudado migrantes a entrar em França. Cédric Herrou acolheu migrantes ilegais vindos de Itália nos últimos dois anos. O homem foi multado em 3 mil euros pelas autoridades.

Na sua casa nos Alpes franceses, Cedric acolheu ao longo dos últimos dois anos dezenas de refugiados. Só na última sexta-feira, as autoridades descobriram duas adolescentes provenientes do Sudão e da Eritreia na sua autocaravana.

Cedric Herrou admitiu ter ajudado pelo menos 60 migrantes ilegais, no que considera um "ato de humanidade" e não um crime.

Muitas das pessoas vão ter com Herrou a meio da noite, pedindo ajuda. Outras é o próprio que encontra em igrejas italianas e "transporta" para França.

O ativista foi multado em 3 mil euros mas poderia enfrentar uma pena que podia ir até aos cinco anos de prisão ou 30 mil euros.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.