sicnot

Perfil

Mundo

Lei que proíbe consulta de sites jihadistas em França considerada inconstitucional

A lei que proíbe em França a consulta regular de sites jihadistas que veiculem mensagens sobre "atos terrorristas" foi considerada inconstitucional. A legislação foi promulgada em junho, meio ano depois dos ataques de Paris.

A decisão judicial foi anunciada esta sexta-feira por um coletivo de dez juizes do Tribunal Constitucional. À infração desta lei estava estabelecida a aplicação de uma pena de dois anos de prisão, mas os magistrados consideram agora que esta lei viola a liberdade de comunicação desnecessáriamente e desproporcionalmente.

Esta decisão surgiu na sequência da solicitação de um advogado, responsável pela defesa de um homem condenado a dois anos de cadeia, e que pediu a reavaliação da lei.

A legislação que poíbe a consulta regular de sites associados ao movimento jihadista surgiu na sequência dos atentados em Paris, em novembro de 2015, que causaram a morte de 130 pessoas. Estes ataques, da autoria do Daesh, levaram também à declaração do estado de emergência em França.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.