sicnot

Perfil

Mundo

Marine le Pen obriga estrangeiros com dupla nacionalidade a escolher apenas uma

A candidata presidencial da extrema direita francesa, Marine le Pen, defendeu hoje que os estrangeiros de fora da Europa e da Rússia que têm dupla nacionalidade vão ter de escolher apenas um país de origem.

Marine le Pen explicou que isto não significa que os estrangeiros vão ter de sair do país e disse que podem ficar "desde que respeitam as leis e os valores franceses".

Quanto à Rússia, a candidata argumentou, citada pela AFP, que o país faz parte "da Europa das nações" e pormenorizou, em resposta a um jornalista, que Israel também é abrangido pela medida, uma vez que não é um país europeu.

Nas sondagens que têm sido feitas, a candidata aparece bem posicionada para estar entre os dois políticos que avançam para a segunda fase das eleições presidenciais francesas, que decorrem em abril e maio.

Lusa


  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.