sicnot

Perfil

Mundo

Paralisação dos militares no Espírito Santo gera onda de violência noutras cidades

Correspondente SIC

Paralisação dos militares no Espírito Santo gera onda de violência noutras cidades

A paralisação dos polícias militares do estado brasileiro do Espírito Santo gerou uma onda de violência em várias cidades. Existe até o receio de que alastre a outras zonas, como o Rio de Janeiro. Nas redes sociais, circulam boatos de que o caos se iria repetir esta sexta-feira no Rio de Janeiro. Contudo, o porta-voz da Polícia Federal da cidade garante que mais de 90% da força está a trabalhar.

  • Protestos no estado brasileiro do Espírito Santo já fizeram 101 mortos
    1:09

    Mundo

    O caos mantém-se no estado brasileiro do Espírito Santo, com a polícia militar a não sair dos quartéis para fazer o patrulhamento da região. Desde o último sábado, mais de 100 pessoas foram assassinadas. Os familiares dos militares impediram a saída dos polícias para as ruas, exigindo aumentos salariais para os agentes. Contudo, o Governo diz que esse aumento não é possível e fala em chantagem.

  • Ocorrências diminuíram mas a população do estado do Espírito Santo continua com medo
    4:52

    Mundo

    A correspondente da SIC no Brasil diz que, apesar da diminuição do número de episódios de violência no estado do Espírito Santo, a população continua com medo da situação que se vive devido à greve da polícia militar. Ivani Flora explica que, com a paralisação, o número de responsáveis pelo patrulhamento passou de 10 para dois mil homens. Até ao próximo sábado está prevista a chegada de mais mil elementos das forças armadas com experência em sistuações de conflito.

  • Militares em greve tentam chegar a acordo com Governo brasileiro
    1:55

    Mundo

    O Governo do estado do Espírito Santo, no Brasil, tem estado esta quinta-feira reunido com os familiares dos militares em greve. Em declarações à SIC Notícias, o vice-presidente da Associação de Cabos Soldados da Polícia Militar do Espírito Santo, Noé da Matta Ribeiro, considera que não vai ser fácil chegar a uma solução e lamenta que o Governo não invista nos militares. Por outro lado, o Governo diz que não é possível aumentar salários e fala em chantagem.

  • Arderam mais duas casas em Mação

    País

    O presidente da Câmara de Mação, distrito de Santarém, disse esta quarta-feira que durante a tarde arderam duas casas em aldeias do concelho e que as chamas que lavram desde domingo estão longe de estar controladas.

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Sócrates diz que Direita quis impedi-lo de candidatura presidencial

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates reiterou esta quarta-feira, em declarações aos correspondentes estrangeiros em Portugal, que o processo judicial em que está envolvido resulta de uma campanha orquestrada pela direita para evitar a sua candidatura a Presidente da República.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Dia dos Avós nasceu em Penafiel
    1:48

    País

    O Dia dos Avós, que hoje se assinala, nasceu por iniciativa de uma habitante de Penafiel. A data foi celebrada no parque da cidade, com centenas de avós.

  • Trump proíbe transgéneros no exército norte-americano

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que as pessoas transgénero não podem servir no exército dos Estados Unidos, justificando a decisão com os "custos médicos enormes" e as perturbações que tal situação envolve.

  • Oposição tenta travar eleição da nova Assembleia Constituinte na Venezuela
    2:14