sicnot

Perfil

Mundo

Manifestação em Bagdade termina com sete mortos

© Mahmoud Raouf Mahmoud / Reute

Pelo menos sete pessoas morreram e dezenas de outras ficaram feridas durante confrontos, hoje no centro de Bagdade, capital do Iraque, entre as forças de segurança iraquianas e manifestantes que reivindicam reformas eleitorais.

Segundo fonte policial citada pela agência France Presse, a violência provocou sete mortos, dois deles elementos das forças de segurança. Os outros cinco serão manifestantes.

A manifestação começou pacificamente e vários oradores chegaram a falar na praça de Tahrir.

Contudo, alguns manifestantes terão tentado atravessar à força um cordão policial. Depois de tentarem atravessar uma ponte, as forças de seguranças lançaram gás lacrimogéneo para tentar que parassem, segundo um responsável da polícia.

Milhares de iraquianos seguidos do clérigo xiita Moqtada al-Sadr encontravam-se na praça Tahrir (da Libertação] para pedir a dissolução da comissão eleitoral, bem como reformas políticas, depois de o líder religioso ter apelado à participação deste protesto.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.