sicnot

Perfil

Mundo

Nova ronda de negociações de paz prevista para a próxima semana em Astana

O Governo sírio e grupos rebeldes armados foram de novo convocados para negociações de paz nos dias 15 e 16 de fevereiro em Astana, anunciou este sábado o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão.

"Foi decidido manter as próximas negociações de alto nível para resolver a situação na Síria nos dias 15 e 16 de fevereiro", anunciou em comunicado o ministério.

O Governo sírio, representantes da oposição armada e o enviado especial da ONU (Organização das Nações Unidas), Staffan de Mistura, devem participar nas conversações, patrocinadas pela Rússia, Turquia e Irão.Segundo o ministério, esta ronda de negociações vai contar ainda com a participação de uma delegação jordana e de delegados norte-americanos, que estarão presentes como observadores.

O respeito pelo cessar-fogo e medidas de estabilização da situação em determinadas regiões sírias vão estar na agenda das negociações.

Estas negociações na capital do Cazaquistão seguem-se a uma primeira ronda de conversações que decorreu no mês passado e que terminou sem avanços significativos quanto à resolução de um conflito que já fez mais de 310 mil mortos desde que começou, em 2011.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.