sicnot

Perfil

Mundo

Avalanche nos Alpes franceses faz pelo menos quatro mortos

A pista de esqui de Tignes, em França, foi atingida por uma avalancha. Pelo menos quatro pessoas morreram. Outras cinco estão desaparecidas.

De acordo com as autoridades, cinco pessoas estão desaparecidas. No local, estão várias equipas de socorro à procura de sobreviventes.

A imprensa francesa adianta que o alerta para a avalancha foi dado por volta das 11:00, hora local (10:00 em Lisboa).

As cinco pessoas que estão desaparecidas serão esquiadores que estavam na montanha a 2.100 metros de altitude.

O grupo atingido pela avalancha era constituído por oito esquiadores e um guia. Ainda não foram confirmadas as nacionalidades de todas as vítimas, mas a polícia local adianta que os quatro mortos são franceses.

De acordo com a BBC, esta estância de esqui é muito frequentada por turistas britânicos.

Esta é uma zona na qual este tipo de acidentes é frequente. Só este inverno já morreram três pessoas em acidentes de esqui. No ano passado, o balanço de vítimas deste tipo de ocorrências nos Alpes e nos Pirinéus foi de 21 mortos.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.