sicnot

Perfil

Mundo

Conselho de Segurança reúne-se de emergência sobre míssil da Coreia do Norte

© Eduardo Munoz / Reuters

O Conselho de Segurança das Nações Unidas terá esta segunda-feira uma reunião de emergência após a Coreia do Norte ter anunciado o lançamento de um míssil balístico no domingo, um teste visto como um desafio ao Presidente norte-americano.

A reunião deverá ocorrer pelas 17:00 locais (22:00 em Lisboa), na sequência de um pedido pelos Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul.

A Coreia do Norte está proibida, por resoluções da ONU, de realizar lançamentos de mísseis balísticos ou testes de armas nucleares.

No entanto, no ano passado, o país realizou dois testes nucleares e numerosos lançamentos de mísseis numa tentativa de desenvolver um sistema de armas nucleares capaz de atingir solo norte-americano.

O último míssil, que Pyongyang diz ser capaz de transportar uma ogiva nuclear, voou cerca de 500 quilómetros antes de cair no Mar do Japão, segundo o Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

No domingo, Kim Jong-Un "exprimiu grande satisfação pela posse de outro meio de ataque nuclear que se junta ao enorme poder do país", segundo noticiou a agência oficial KCNA, citada pela France-Presse.

Na sequência do lançamento, "os Estados Unidos, o Japão e a República da Coreia solicitaram consultas urgentes sobre o lançamento de míssil balístico pela República Popular Democrática da Coreia", afirmou um porta-voz da missão norte-americana na ONU, citado pela Agência France-Presse.

O lançamento do míssil foi inicialmente anunciado pela Coreia do Sul e já foi condenado pelo secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Jens Stoltenberg.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reagiram ao ensaio de míssil exigindo que a Coreia do Norte pare com as provocações e garantindo que Washington e Tóquio estão juntos "a 100%".

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.