sicnot

Perfil

Mundo

Fobia de aranhas? Veja imagens sem "ter consciência"

Reuters

Mostrar imagens de aranhas a quem tem pavor delas, por um breve segundo, misturadas com fotos de flores, paisagens, pessoas, pode ser a solução para tratar esta fobia. Segundo um novo estudo, a exposição inconsciente às imagens fóbicas é mais eficaz do que a exposição consciente, por muito tempo.

Os resultados são publicados na revista Human Brain Mapping.

Bradley S. Peterson, director do Instituto para a Mente do Hospital Pediátrico de Los Angeles, e Paul Siegel, professor adjunto de Psicologia na da Universidade Estadual de Nova Iorque, conduziram o estudo. A mais de 20 mulheres com fobia de aranhas foram mostradas imagens destes artrópodes por uma fração de segundo, misturadas com imagens de flores. Posteriormente, às mesmas mulheres foram mostradas as imagens de aranhas, mas por muito mais tempo.

Ao mesmo tempo, a atividade cerebral ia sendo monitorizada e comparada com a de mulheres sem fobias.

No grupo das fobias, ver as imagens de aranhas muito brevemente resultou numa atividade relevante nas áreas do cérebro que regulam as respostas emocionais e comportamentais ao medo, e numa visível redução do mesmo - um resultado que os investigadores consideraram inesperado.

Por outro lado, quando as mulheres com fobia de aranhas foram expostas a imagens das mesmas por muito mais tempo, de uma forma consciente, o seu cérebro foi incapaz de controlar a resposta ao medo, fazendo-as sentir toda a ansiedade da sua fobia.

"O nosso estudo mostra que o cérebro processa melhor os estímulos do medo quando estes estão presentes sem um conhecimento consciente. A descoberta sugere que as pessoas com fobia poderão ficar mais bem preparadas para enfrentar os seus medos se não tiverem consciência de que os estão a enfrentar", explica Paul Siegel.

A técnica, acreditam os investigadores, poderá ser uma ferramenta útil no tratamento de certas fobias.

Os tratamentos atuais de fobias normalmente persuadem os pacientes a enfrentar os seus medos, o que para estes investigadores pode causar um grave stress emocional.

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".