sicnot

Perfil

Mundo

Sacerdote suspeito de envenenamento do líder da igreja ortodoxa da Geórgia

Arquivo Reuters

© Eduard Korniyenko / Reuters

O sacerdote Gueorgui Mamaladze, administrador dos bens da igreja ortodoxa da Geórgia, foi detido sob suspeita de tentar envenenar o patriarca Elias II, disse hoje o chefe dos Serviços de Proteção de Tbilissi à estação de televisão Imedi.

A Procuradoria-Geral da Geórgia também confirmou a detenção de Gueorgui Mamaladze adiantando ter sido efetuado um interrogatório ao chefe de segurança da igreja ortodoxa da Geórgia, não se conhecendo mais pormenores sobre o caso.


Entretanto, Anzor Chubinidze, responsável pelos Serviços de Proteção, acompanha o patriarca de 84 anos que se encontra hoje na Alemanha onde vai ser submetido a uma operação à vesícula.


"Decidi comandar pessoalmente a segurança a Elias II", disse Chubinidze acrescentando que o líder da igreja ortodoxa da Geórgia vai fazer parte da comitiva do primeiro-ministro da Geórgia na próxima visita oficial do chefe de Estado a Berlim.


De acordo com a estação de televisão georgiana Imedi, Mamaladze foi detido na sexta-feira passada no aeroporto de Tbilissi quando se preparava para embarcar num voo com destino à Alemanha porque pretendia acompanhar o patriarca.


Elias II, líder da igreja ortodoxa da Geórgia desde 1977 é apontado, por sondagens realizadas nos últimos anos, como a figura com maior prestígio do país.

Lusa

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.