sicnot

Perfil

Mundo

Empresa belga implanta microchips nos funcionários

© Nigel Treblin / Reuters

Uma empresa belga está a implantar microchips nos seus funcionários. Estes chips contêm informação pessoal e dão acesso aos sistemas tecnológicos da empresa e dos escritórios, substituindo assim os cartões de identificação.

Estes engenhos levantam uma série de questões sobre a segurança pessoal de cada pessoa, incluindo se os chips monotorizam os movimentos daqueles que aceitaram a proposta da empresa.

NewFusion é uma empresa de Marketing na Bélgica e está a oferecer os chips aos seus funcionários. Os chips de identificação por radiofrequência (RFID) são do tamanho de um grão de arroz e armazenam informação pessoa, que pode ser transmitida através de pequenas distâncias para recetores específicos.

Os chips já podem ser encontrados em cartões sem contactos, como os bancários e os de viagem, existentes em alguns países.

Os engenhos usados pela empresa belga custam cerca de 100 euros cada, são inseridos entre o polegar e o dedo indicador e são também parecidos àqueles implantes nos animais.

© Nigel Treblin / Reuters

Cada vez mais pessoas e empresas optam por esta prática, conhecida como biohacking. É possível comprar kits de implante na internet, que incluem um injetor esterilizado já com o chip e um curativo para a ferida.

Segundo o Daily Mail, cerca de 10 mil pessoas de todo o mundo já usam esta tecnologia.

A NewFusion não é a primeira empresa a oferecer os RFID aos funcionários.

Em 2015, uma empresa sueca implantou chips nos seus trabalhadores, de modo a usarem as fotocopiadoras, entrarem na empresa e até pagar pelas suas refeições.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51