sicnot

Perfil

Mundo

Sobreviventes de cancro da mama desfilam na Semana da Moda em Nova Iorque

© Andrew Kelly / Reuters

Várias sobreviventes de cancro da mama desfilaram na Semana da Moda em Nova Iorque no domingo. Um evento de moda "alternativo" ao programa habitual, e que ajudou a angariar fundos para a causa.

Imaginado pela designer Dana Donofree, também ela uma sobrevivente, o "AnaOno Intimates" deu oportunidade às mulheres que sofreram ou ainda batalham contra o cancro da mamã de desfilar em roupa interior.

Mulheres de todos os tamanhos e com diferentes histórias de vida desfilaram pela passadeira da Semana da Moda, naquele que foi o primeiro desfile de sempre de mulheres com cancro da mama.

"Senti-me sexy, bonita e orgulhosa", explicou Paige Moore. A mulher de 24 anos submeteu-se a uma dupla mastectomia um mês antes do evento. "As minhas cicatrizes são sexy e fantásticas, e eu estou aqui, estou viva e sinto-me bem. É a única coisa que interessa", disse.

© Andrew Kelly / Reuters

Os investigadores dos EUA e do Reino Unido afirmam que uma em cada oito mulheres norte-americanas serão diagnosticadas com cancro da mama durante a sua vida. Uma previsão que assusta muitas mulheres e uma das razões pela qual Dana Donofree decidiu criar o evento. Para "desmistificar" a doença e as suas consequências, e devolver a autoestima a estas mulheres.

A designer, que também foi operada ao peito pelas mesmas razões, começou a desenhar roupa interior para as mulheres que se tinham submetido a mastectomias e cuja lingerie tradicional já não servia.

Os fundos angariados com o desfile vão ser doados à "Cancerland", uma instituição de apoio às mulheres que sofrem de cancro da mama.

© Andrew Kelly / Reuters

  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • S. João do Porto sem balões
    2:36

    País

    No Porto, milhares de pessoas foram para a rua festejar o São João. Este ano houve tolerância zero no lançamento de balões, por causa do risco de incêndio. O fogo de artifício começou com mais de 15 minutos de atraso.

  • Mais de 100 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.