sicnot

Perfil

Mundo

Fenómeno El Niño ameaça aumentar temperatura do planeta no final de 2017

Níveis do mar no Oceano Pacífico

ESA

O fenómeno El Niño poderá voltar a alterar os padrões climáticos do planeta no segundo semestre deste ano, alerta hoje a agência da ONU para o clima.

Os modelos climáticos observados pala Organização Meteorológica Mundial (WMO) apontam para 50% de probabilidade de se manterem as condições neutras, mas hipóteses de 35 a 40% de ocorrer o El Niño - que aumenta a temperatura - e apenas uma pequena possibilidade de La Niña - que produz um arrefecimento anómalo das águas do oceano Pacífico.

O El Niño é um fenómeno que ocorre periodicamente, com uma duração de alguns meses. O de 2016 provocou as mais altas temperaturas registadas no planeta desde que há registos climáticos.

Este fenómeno associado à queima dos combustíveis fósseis, que emite gases com efeito de estufa para a atmosfera, provoca o aumento da temperatura global do planeta.

Imagem satélite do El Niño em 2006

Imagem satélite do El Niño em 2006

NASA / Jet Propulsion Laboratory

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Fim de semana de muito frio e vento forte
    2:08

    País

    Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, vem aí mais frio e as temperaturas mínimas negativas vão regressar a alguns pontos do país. Prevê-se também vento intenso para as próximas 48 horas.

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC