sicnot

Perfil

Mundo

A ciência precisa do seu cérebro

© Neil Hall / Reuters

Há falta de cérebros de pessoas com distúrbios, como depressão e stress pós-traumático para investigação, dizem os cientistas.

Os cientistas estão a apelar para que mais pessoas doem o seu cérebro para pesquisa depois de morrerem. O objetivo dos investigadores é desenvolver novos tratamentos para distúrbios mentais e neurológicos.

O cérebro humano tem tanto de fantástico como de complexo. Os seus circuitos mudam e crescem como nós. É um órgão que representa uma encarnação física do nosso comportamento e de quem somos.

Mais de 3.000 cérebros estão armazenados no Centro de Recursos de Tecido Cerebral de Harvard no Hospital McLean, nos arredores de Boston.

É um dos maiores bancos de cérebro do mundo.

  • Luaty Beirão satisfeito com sinais de mudança de paradigma em Angola
    4:03

    Mundo

    Sete meses depois da tomada de posse de João Lourenço como presidente de Angola, o país vive um tempo de revoluções. Mudanças inéditas que, nas palavras do ativista Luaty Beirão, permitem ter esperança num futuro melhor. O músico esteve em Lagos, a convite da Câmara Municipal, para falar sobre Livros e Liberdade.

  • O portal onde pode consultar certidões e outros documentos sem sair de casa
    7:37
  • Presidente da Comunidade de Madrid demite-se depois da divulgação de vídeo de roubo
    1:27