sicnot

Perfil

Mundo

Aranhas comem anualmente até 800 milhões de toneladas de insectos e invertebrados

Aranha-caçadora da Autrália

© Tim Wimborne / Reuters

O apetite das aranhas faz desaparecer todos os anos entre 400 e 800 milhões de toneladas de insetos e outros invertebrados, controlando pragas, sobretudo em zonas de floresta, segundo um estudo divulgado esta terça-feira.

O suíço Martin Nyffeler, da universidade de Basileia, Klaus Birkhofer, da universidade de Lund, na Suécia e investigadores da universidade de tecnologia Cottbus-Senftenberg de Brandeburgo, na Alemanha, calcularam primeiro que há 25 milhões de toneladas de aranhas em sete sistemas ambientais no mundo, a partir de 65 estudos anteriores.

Em comparação, os seres humanos comem anualmente 400 milhões de toneladas de carne e peixe, enquanto as baleias consomem entre 280 e 500 milhões de toneladas e as aves marinhas comem 70 milhões de toneladas.

No documento publicado na revista The Science of Nature, os investigadores, que usaram modelos matemáticos e dados de trabalhos de campo, estimam que 95% dos insetos comidos pelas aranhas são consumidos em zonas de vegetação, indicando que isso se deve a serem zonas com menos urbanização ou agricultura.

As aranhas também são alimento para entre 8.000 e 10.000 predadores, incluindo entre 3.000 e 5.000 espécies de pássaros conclui ainda o estudo.

Lusa

  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36

    Rumo ao Mundial 2018

    Oito jogadores da seleção participaram num evento em que responderam às dúvidas de jovens adeptos, em Lisboa. Os jogadores mostraram-se otimistas pelo caminho que têm em frente. Já João Mário foi confrontado com a promessa que não cumpriu de deixar crescer o cabelo se Portugal vencesse o Euro 2016. Agora, faz uma nova promessa: se Portugal for campeão mundial, deixa crescer o cabelo à Fellaini.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula da Silva
    3:30