sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 30 mortos em ataque a barco com refugiados somalis no Iémen

© ABDULJABBAR ZEYAD / Reuters

Pelo menos 33 refugiados somalis, incluindo mulheres e crianças, foram mortos a tiro a bordo de uma embarcação no Mar Vermelho, disseram hoje responsáveis da cidade de Hodeida, no Iémen, que é controlada pelos rebeldes.

Os corpos de 33 refugiados foram levados para hospitais da cidade portuária, disse um responsável hospitalar, adiantando que também deram entrada 35 feridos.

Uma fonte portuária em Hodeida, controlada pelos rebeldes xiitas Huthi, confirmou o balanço de 33 mortos.

Segundo o porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Joel Millman, o número de mortos é de pelo menos 31 e 80 sobreviventes foram transportados para hospitais.

O ataque foi noticiado antes por uma agência noticiosa dos rebeldes iemenitas, que referiu que a embarcação com os refugiados se encontrava perto do estreito de Bab al-Mandab.

Num contacto com a imprensa em Genebra, Millman disse não poder confirmar informações de que o ataque, que teria acontecido na quinta-feira, tinha sido realizado por um helicóptero Apache.

"A nossa confirmação é que há dezenas de mortos e dezenas de sobreviventes levados para hospitais", referiu o porta-voz da OMI citado pela agência norte-americana Associated Press.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14