sicnot

Perfil

Mundo

Trump teve uma "grande reunião" com Merkel (mas a Alemanha continua a dever dinheiro aos EUA)

© XXSTRINGERXX xxxxx / Reuters

Um dia depois de receber o chanceler alemã, o Presidente norte-americano Donald Trump escreveu no Twitter que a Alemanha deve enormes quantidades de dinheiro aos Estados Unidos e à NATO.

As declarações de Donald Trump surgem um depois do encontro com a chanceler alemã em Washington, do qual o Presidente garante que, "apesar do que possam ter ouvido das notícias falsas", teve uma "grande reunião":

Por "notícias falsas", talvez se esteja referir ao momento em que Trump aparentemente falha o protocolo e não apertou a mão a Angela Merkel.

Mas Donald Trump acrescenta que, ainda assim, "as vastas somas de dinheiro" que a Alemanha deve à NATO e aos EUA, em termos de defesa, "têm que ser pagas".

  • Encontro de Trump e Merkel marcado por evidentes divergências
    2:26

    Mundo

    Angela Merkel reuniu-se esta sexta-feira pela primeira vez com Donald Trump. Apesar do clima de cordialidade, na conferência de imprensa conjunta ficaram evidentes as divergências. O Presidente dos Estados Unidos da América ignorou o pedido para mais um aperto de mão à Chanceler da Alemanha. Os dois líderes abordaram questões de economia, cooperação da NATO e o combate ao terrorismo.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.