sicnot

Perfil

Mundo

Trump teve uma "grande reunião" com Merkel (mas a Alemanha continua a dever dinheiro aos EUA)

© XXSTRINGERXX xxxxx / Reuters

Um dia depois de receber o chanceler alemã, o Presidente norte-americano Donald Trump escreveu no Twitter que a Alemanha deve enormes quantidades de dinheiro aos Estados Unidos e à NATO.

As declarações de Donald Trump surgem um depois do encontro com a chanceler alemã em Washington, do qual o Presidente garante que, "apesar do que possam ter ouvido das notícias falsas", teve uma "grande reunião":

Por "notícias falsas", talvez se esteja referir ao momento em que Trump aparentemente falha o protocolo e não apertou a mão a Angela Merkel.

Mas Donald Trump acrescenta que, ainda assim, "as vastas somas de dinheiro" que a Alemanha deve à NATO e aos EUA, em termos de defesa, "têm que ser pagas".

  • Encontro de Trump e Merkel marcado por evidentes divergências
    2:26

    Mundo

    Angela Merkel reuniu-se esta sexta-feira pela primeira vez com Donald Trump. Apesar do clima de cordialidade, na conferência de imprensa conjunta ficaram evidentes as divergências. O Presidente dos Estados Unidos da América ignorou o pedido para mais um aperto de mão à Chanceler da Alemanha. Os dois líderes abordaram questões de economia, cooperação da NATO e o combate ao terrorismo.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.