sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 1.300 fuzileiros dos EUA chegaram à Austrália

Reuters Staff

Cerca de 1.300 fuzileiros norte-americanos chegaram esta terça-feira à Austrália. As tropas chegam para uma missão de treino que irá durar seis meses, na qual vão treinar em conjunto com o exército australiano.

Durante a estadia, está também prevista uma visita dos militares à China.

O plano inicial inicial seria o envio de 2.500 fuzileiros em 2017, mas ao invés disso a Austrália verá chegar o maior contingente de sempre de aeronaves norte-americanas ao país.

Segundo o tenente-coronel dos fuzileiros enviados, chegarão nos próximos dias 13 novos aviões e helicópteros. Brian Middletton esclarece ainda que a decisão de os enviar é anterior à recente deteriorar de relações com a Coreia do Norte.

Reuters Staff

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão