sicnot

Perfil

Mundo

Facebook apaga dezenas de milhares de contas de notícias falsas no Reino Unido

Dado Ruvic

Os responsáveis da rede social Facebook apagaram dezenas de milhares de contas de utilizadores no Reino Unido, a um mês das eleições legislativas britânicas de 8 de junho, no âmbito de uma campanha contra as notícias falsas divulgadas online.

O gigante tecnológico norte-americano publicou na imprensa britânica um anúncio no qual dá conselhos sobre como detetar estas notícias falsas [fake news] .

O anúncio aconselha os leitores a serem "céticos quanto aos títulos" das notícias e pede-lhes para "observarem com atenção o URL" [a morada digital onde está alojada a página de Internet] .

Os anúncios começaram a sair em jornais tradicionais de papel como o The Times, o The Guardian e o Daily Telegraph.

Os conselhos do Facebook para ajudar os leitores a detetar as notícias falsas incluem:

- "seja cético quanto aos títulos",

- "olhe com atenção para a URL [Notes:morada da página] ,

- "investigue a fonte",

- "tenha atenção a uma formatação incomum [das páginas web] ",

- "leve em consideração as fotos",

- "confirme a data",

- "leia outros testemunhos",

- "Esta peça é uma piada ou uma sátira] ?".

A empresa norte-americana também afirmou que tem vindo a fazer progressos no sentido de detetar com mais eficácia as contas de Facebook que divulgam notícias falsas.

Um dos diretores do Facebook para o Reino Unido, Simon Milner, disse à agência AP que a plataforma quer ir "à raiz do problema" e que está a trabalhar com organizações externas - a Full Fact e a First Draft - para verificar factos e analisar conteúdos relacionados com as legislativas britânicas de 8 de junho.

"O Facebook está a fazer tudo ao seu alcance para lidar com o problema das notícias falsas", disse Milner.

Analistas do fenómeno político e mediático atribuem às notícias falsas alguma influência nos resultados do referendo britânico sobre a saída da UE (Brexit) e nas eleições presidenciais norte-americanas.

A companhia norte-americana vai começar a descer no ranking de popularidade [que por sua vez determina a sua disseminação] as peças que as pessoas tendem a ler, mas que não partilham.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.