sicnot

Perfil

Mundo

Abbas disposto a encontrar-se com Netanyahu durante visita de Trump

Jonathan Ernst

O presidente palestiniano, Mahmud Abbas, disse hoje esperar "em breve" a visita do presidente norte-americano, Donald Trump, aos territórios palestinianos e admitiu reunir-se com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, com o patrocínio de Trump.

Donald Trump aceitou o convite palestiniano para ir aos territórios e "esperamos a sua visita em breve a Belém", disse Abbas.

O presidente norte-americano anunciou que vai visitar Israel em maio, no âmbito de uma viagem que o levará também à Arábia Saudita, Vaticano, Bruxelas e Itália, sem fazer qualquer referência aos territórios palestinianos, vizinhos de Israel.

Abbas, que na semana passada se reuniu com Trump em Washington, disse hoje ter então transmitido ao presidente norte-americano que está "disposto a colaborar com ele" e a encontrar-se "com o primeiro-ministro israelita, com o seu patrocínio, para construir a paz".

Abbas falava à imprensa em Ramallah, na Cisjordânia, numa conferência de imprensa conjunta com o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier.

Abbas e Natanyahu não tiveram qualquer encontro direto importante desde 2010.
Donald Trump tem afirmado que, com a experiência que adquiriu como empresário, gostava de presidir a um acordo de paz entre israelitas e palestinianos.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.