sicnot

Perfil

Mundo

Casa Branca só decide no final do mês se fica ou sai do acordo de Paris

Jacky Naegelen

A Casa Branca informou esta terça-feira que qualquer decisão sobre a permanência ou retirada dos EUA do acordo de Paris de combate às alterações climáticas só vai ser tomada no final do mês.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, especificou que a decisão só vai ser tomada depois de Donald Trump regressar da cimeira do Grupo dos 7, que vai decorrer em Itália, nos dias 26 e 27 de maio.

Trump tinha prometido em 29 de abril que iria tomar "uma grande decisão" sobre o acordo de Paris "nas próximas duas semanas", prazo que terminava no próximo sábado, dia 13 de maio.

Na Casa Branca, os grandes defensores da saída do acordo, segundo vários relatos da comunicação social, são o estratega chefe de Trump, Stephen Bannon, e o administrador da Agência de Proteção Ambiental, Scott Pruitt.

O compromisso dos EUA, assumido durante a Presidência de Barack Obama, foi de reduzir as suas emissões de gases com efeito de estufa entre 26% e 28%, até 2025, com referência aos níveis registados em 2005.

O instrumento principal com que Obama tencionava cumprir o objetivo era a substituição das centrais elétricas alimentadas a carvão por outras alimentadas a gás natural e energias limpas.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.