sicnot

Perfil

Mundo

Moon Jae-In vence presidenciais da Coreia do Sul

Kim Hong-Ji

Moon Jae-In, antigo advogado especializado na defesa dos direitos humanos, venceu confortavelmente as eleições presidenciais de hoje na Coreia do Sul, indica uma sondagem à boca das urnas.

Grande favorito nas sondagens, Moon, candidato do Partido Democrático, obteve 41,4% dos votos, segundo a sondagem realizada por três cadeias televisivas.

O conservador Hong Joon-Pyo, do Partido da Liberdade (da ex-presidente Park Geun-hye), ficou a uma considerável distância com 23,3% dos votos, seguido do centrista Ahn Cheol-Soo, do Partido Popular, com 21,8%.

Estas eleições antecipadas devem-se à deposição de Park Geun-hye a 10 de março devido à sua implicação no caso "Rasputine". A ex-presidente está atualmente em prisão preventiva.

O escândalo conhecido por "Rasputine" centra-se em Choi Soon-Sil, uma amiga da ex-presidente, suspeita de ter usado pessoas para obrigar os grandes grupos industriais do país a "doar" quase 70 milhões de dólares (cerca de 65 milhões de euros) a duvidosas fundações por si controladas.

Cerca de 42,4 milhões de sul-coreanos foram chamados às urnas para escolher entre 13 candidatos o futuro presidente da República para um mandato de cinco anos.

Lusa

  • Bernardo Silva no City? O que Pep Guardiola disse ao português na Champions
    0:34
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57