sicnot

Perfil

Mundo

Sondagem em Espanha dá vitória ao Partido Popular

Sergio Perez

Os conservadores do Partido Popular voltariam a ganhar as eleições legislativas em Espanha e os socialistas do PSOE recuperariam a segunda posição, de acordo com uma sondagem publicada hoje pelo Centro de Investigações Sociológicas (CIS).

Segundo este organismo público que organiza estudos de opinião, o PP (Partido Popular) venceria as eleições com 31,5 % dos votos (menos 1,5 pontos percentuais do que na sondagem anterior), o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ficaria em segundo lugar, com 19,9 % (mais 1,3 pontos) e ultrapassa a coligação de extrema-esquerda Unidos Podemos, com 19,7 % (menos 2,0 pontos).

O Cidadãos (centro) é a que mais sobe das quatro maiores forças políticas em Espanha, obtendo 14,9 % e mantendo a quarta posição, um aumento de 2,5 pontos percentuais em relação à sondagem anterior.

O trabalho de campo do estudo de opinião revelado esta terça-feira foi realizado entre 1 e 8 de abril, antes de vir a público o mais recente caso de corrupção, com a detenção do ex-presidente da Comunidade de Madrid Ignacio González, do PP.

No barómetro anterior, publicado em 07 de fevereiro último, o PP ganhava com 33,0%, seguido pelo Unidos Podemos com 21,7 %, que na altura ultrapassou pela primeira vez o PSOE, que ficou nos 18,6 % e o Cidadãos, com 12,4 %.

O PP foi o partido mais votado nas últimas eleições legislativas espanholas, realizadas em 26 de junho de 2016, com 33,0% dos votos, seguido pelo PSOE com 22,7%, Unidos Podemos com 21,1% e Cidadãos com 13,0%.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes