sicnot

Perfil

Mundo

Hillary cria "comité de resistência" a Donald Trump

Rick Wilking

A democrata Hillary Clinton anunciou esta segunda-feira a criação do Comité de Ação Política "Onward Together" (Juntos em Frente) com o objetivo de "resistir" ao Presidente Donald Trump, que a derrotou nas eleições de novembro de 2016.

"Os americanos estão a fazer ouvir a sua voz como nunca. Desde a Marcha das Mulheres, passando pelos aeroportos de todo o país onde as comunidades deram as boas-vindas a emigrantes e refugiados, até às reuniões com os seus representantes eleitos", justifica o "Onward Together" num email em que solicita doações que financiem o movimento.

O anúncio da criação do movimento está a ser interpretado como o regresso de Hillary Clinton à primeira linha do combate político, após ter perdido para Donald Trump uma corrida eleitoral em que surgia como favorita na maioria das sondagens. Desde essa altura, a candidata tem evitado aparecer em público.

Os Comités de Ação Política (PAC, na designação em inglês) podem recolher fundos anónimos sem limite para fazer campanha de maneira independente a favor de candidatos políticos ou de ações políticas específicas.

São por isso habitualmente usados por pré-candidatos que precisam de financiar uma futura campanha, ou para apoiar "pelo lado de fora" um político cuja campanha oficial está sujeita a um controle mais apertado das leis eleitorais.

"Onward Together" utiliza uma imagem semelhante à de "Stronger Together", lema da campanha de Clinton, uma organização dedicada a levar em frente "uma visão progressista da sociedade americana", tendo contribuído de maneira decisiva para os 66 milhões de votos recebidos nas urnas pela candidata do Partido Democrata.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.