sicnot

Perfil

Mundo

"Sou o novo Hitler"

Mike Derer

Um norte-americano, autoproclamado nazi, tornou-se oficialmente Isidore Heath Hitler, depois de adquirir o nome do ditador alemão. A mudança aconteceu esta segunda-feira, no dia em que é assinalado o fim da 2.ª Guerra Mundial.

Isidore Heath Campbell pediu a alteração do nome em fevereiro e, quase três meses depois, a mudança foi autorizada. "É ótimo. A minha carta de condução foi mudada, os meus seguros, o meu registo. Tudo o que eu preciso, foi mudado", disse o homem, numa entrevista à MyCentralJersey.com.

"Sou o novo Hitler." O homem disse ainda que as suas iniciais, I.H.H., significam "I Hail Hitler" (uma salvação nazi, usada durante a 2.ª Guerra Mundial).

O novo Hitler ficou conhecido em 2008, quando um supermercado se recusou a decorar o bolo de aniversário do seu filho, chamado Adolf Hitler Campbell, em memória do líder nazi.

Rich Schultz

O homem garantiu que se sente bem com esta mudança, mas agora tem outro problema pela frente: conseguir a guarda dos filhos de volta.

As três crianças, com nomes de líderes nazi e grupos nacionalistas, foram retiradas da sua custódia, em janeiro de 2009. Isidore Heath e Deborah Campbell, a sua mulher, foram condenados por um tribunal em Nova Jersey por abusar e negligenciar as crianças.

Durante uma sessão no tribunal, Hitler apareceu vestido com um uniforme nazi e, mais tarde, recusou-se a receber as ordens de um juiz, que exigiu que o homem recebesse acompanhamento psiquiátrico.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.