sicnot

Perfil

Mundo

"Sou o novo Hitler"

Mike Derer

Um norte-americano, autoproclamado nazi, tornou-se oficialmente Isidore Heath Hitler, depois de adquirir o nome do ditador alemão. A mudança aconteceu esta segunda-feira, no dia em que é assinalado o fim da 2.ª Guerra Mundial.

Isidore Heath Campbell pediu a alteração do nome em fevereiro e, quase três meses depois, a mudança foi autorizada. "É ótimo. A minha carta de condução foi mudada, os meus seguros, o meu registo. Tudo o que eu preciso, foi mudado", disse o homem, numa entrevista à MyCentralJersey.com.

"Sou o novo Hitler." O homem disse ainda que as suas iniciais, I.H.H., significam "I Hail Hitler" (uma salvação nazi, usada durante a 2.ª Guerra Mundial).

O novo Hitler ficou conhecido em 2008, quando um supermercado se recusou a decorar o bolo de aniversário do seu filho, chamado Adolf Hitler Campbell, em memória do líder nazi.

Rich Schultz

O homem garantiu que se sente bem com esta mudança, mas agora tem outro problema pela frente: conseguir a guarda dos filhos de volta.

As três crianças, com nomes de líderes nazi e grupos nacionalistas, foram retiradas da sua custódia, em janeiro de 2009. Isidore Heath e Deborah Campbell, a sua mulher, foram condenados por um tribunal em Nova Jersey por abusar e negligenciar as crianças.

Durante uma sessão no tribunal, Hitler apareceu vestido com um uniforme nazi e, mais tarde, recusou-se a receber as ordens de um juiz, que exigiu que o homem recebesse acompanhamento psiquiátrico.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.