sicnot

Perfil

Mundo

Áustria terá eleições legislativas antecipadas a 15 de outubro

Leonhard Foeger

Os partidos políticos da Áustria anunciaram esta terça-feira um acordo para a realização de eleições legislativas antecipadas a 15 de outubro.

Os partidos chegaram a acordo sobre as eleições após uma reunião com todos os líderes dos partidos com assento parlamentar.

O novo líder do Partido Popular Austríaco (OVP), Sebastian Kurz, eleito no passado domingo, fez a reivindicação de eleições antecipadas, pondo fim a uma aliança de dez anos com os social-democratas.

Um projeto de lei para esse efeito deve ser formalmente apresentado na quarta-feira, foi anunciado hoje no final da reunião dos partidos, que incluiu também o chanceler Christian Kern, do Partido Social-Democrata da Áustria (SPO).

As legislativas terão lugar dez meses após a eleição presidencial, que ocorreu em dezembro, ganha pelo ecologista liberal Alexander Van der Bellen contra o candidato da extrema-direita, Norbert Hofer (Partido da Liberdade da Áustria/FPO), após a eliminação dos dois principais partidos tradicionais austríacos na primeira volta do sufrágio.

Apesar do rompimento com o OVP, Kern disse hoje que continuará a executar do seu programa de Governo, mesmo que seja necessário o apoio da oposição.

O seu programa inclui, nomeadamente, a criação de um salário mínimo e o reforço da luta contra a evasão fiscal.

Apesar de uma melhoria no domínio do emprego e do crescimento económico, à receio de que as próximas legislativas possam abrir caminho para um Governo da extrema-direita, nomeadamente do Partido da Liberdade da Áustria.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.