sicnot

Perfil

Mundo

Paul Ryan alerta contra "juízos precipitados" sobre demissão do diretor do FBI

Aaron Bernstein / Reuters

O presidente da Câmara dos Representantes, o republicano Paul Ryan, advertiu hoje que o Congresso deve reunir toda a informação relevante sobre a demissão do diretor do FBI pelo presidente, Donald Trump, antes de fazer "juízos precipitados".

Ryan disse à imprensa que o Congresso dos Estados Unidos "não pode ocupar-se de especulações e insinuações" e que há, neste caso, "claramente muito jogo político".

O presidente da câmara baixa adiantou que uma comissão parlamentar "pediu apropriadamente" as notas pessoais em que o diretor do FBI, James Comey, afirma que Trump lhe pediu para abandonar a investigação sobre as eventuais ligações à Rússia do então conselheiro de segurança nacional Michael Flynn.

Paul Ryan questionou, a propósito dessas notas, tiradas num encontro em fevereiro entre Comey e Trump, por que razão o diretor do FBI "não fez nada na altura".

A Casa Branca negou qualquer tentativa de entrave à justiça, mas vários congressistas republicanos, além de muitos democratas, exigem uma audição pública de Comey no Congresso.

Lusa

  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.